14/11/2018 às 13h39min - Atualizada em 14/11/2018 às 13h39min

​Acusado de estupro, plantador de soja é absolvido em Cerejeiras


 Em audiência realizada no dia 17 de setembro, no Tribunal do Júri de Cerejeiras, o plantador de soja N.D. foi absolvido da acusação de estupro de vulnerável.
O produtor rural, que estava preso desde o dia 27 de março deste ano, acusado de ter violentado sexualmente uma menor de idade, já está em liberdade após o juiz proferir sentença favorável ao agricultor no último dia 05 de novembro.
O acusado, no entanto, foi favorecido por um laudo pericial que, entre outras coisas, constatou que o “desvirginamento”, era antigo e não havia vestígio de conjunção carnal recente. Além disso, nos 45 dias anteriores ao referido exame, a perícia comprovou que a menor não havia mantido relações sexuais.
Outro ponto favorável ao acusado foram as contradições dos depoimentos da vítima e seus familiares. 
No caso da mãe, ela alegou que, apenas acreditou no relato da filha, buscando fazer justiça com as versões apresentadas pela menor.
Em contato com a defesa do acusado, a advogada Shara Eugênio confirmou a este site a absolvição de seu cliente, afirmando que, a prisão sofrida por seu cliente nos quase oito meses, gerou uma série de prejuízos incalculáveis, inclusive afetando sua vida econômica e social.
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »