21/11/2018 às 09h05min - Atualizada em 21/11/2018 às 09h05min

Com direito a pipoca e suco, escola de Cerejeiras exibe filme no Dia da Consciência Negra


A direção da Escola Estadual Carlos Drummond de Andrade, o (CEEJA) de Cerejeiras, inovou ao trabalhar o tema escravidão no Dia da Consciência Negra, data comemorada ontem (20) de novembro. Com a participação ativa dos estudantes, os gestores exibiram o filme “Doze Anos de Escravidão”, reunindo um grande número de alunos. Um telão foi instalado no pátio da escola, onde também foi servido pipoca e suco aos participantes. A ideia foi bem recebida pela comunidade estudantil que, por sua vez, permaneceu atenta ao desenrolar da trama cinematográfica.

O Filme

Doze anos de Escravidão narra a história real de Solomon Northup, negro americano nascido livre que, por conta de uma proposta de emprego, abandona a segurança do Norte e acaba sendo sequestrado e vendido como escravo. Durante os doze anos que se seguiram ele foi submetido a trabalhos forçados em diversas fazendas na Louisiana. Este relato autobiográfico, publicado depois da libertação de Northup, em 1853, logo se tornou um best-seller, e hoje é reconhecido como a melhor narrativa sobre um dos períodos mais nebulosos da história dos Estados Unidos. Verdadeiro elogio à liberdade, esta obra apresenta o olhar raro de um homem que viveu na pele os horrores da escravidão.
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »