11/02/2018 às 14h53min - Atualizada em 11/02/2018 às 14h53min

PF desmantela quadrilha que atuava em Vilhena e Cacoal

Por meio da “Operação Cone Sul”, deflagrada pela Delegacia da Polícia Federal em Vilhena para combater o tráfico de drogas na região. Uma pessoa foi presa em cada  cidade: Vilhena, Cacoal, Anápolis (GO) e Campina Grande (PB).
A ação da PF investiga uma organização com sede em Anápolis e  ramificações também em Rondônia. Daqui, a droga era remetida em grandes quantidades para outras regiões do Brasil. Durante o cumprimento dos mandados judiciais, a PF apreendeu cerca de 400 kg de cocaína.
EM VILHENA
O homem preso em Vilhena chama-se Kleber L.A.S., 41 anos, conhecido como “Neguinho”. Ele é o mesmo que, em 2015, foi preso transportando 360 kg de cocaína. Já cumprindo o regime semiaberto, voltou a ser preso porque a PF descobriu que ele fazia parte da organização criminosa que atuava no Cone Sul. Agora acusado de associação para o tráfico, Kleber, que havia feito a progressão no mês passado, retornará ao regime fechado.
EM ANÁPOLIS
Na cidade goiana, um homem de identidade não divulgada foi preso, mas o que seria o líder da quadrilha, Cícero da Silva, está foragido. Ele é, segundo a investigação, o dono do carregamento que era transportado por Neguinho 3 anos atrás.
EM CACOAL
Na cidade de Cacoal, foi preso um empresário que atuava no setor hoteleiro. Josuel da Silva, 64 anos, é apontado como o responsável pela lavagem de dinheiro para o traficante goiano.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »