05/02/2019 às 21h08min - Atualizada em 05/02/2019 às 21h08min

'É isso que a gente quer', diz Marcos Rocha sobre Lei Anticrime apresentado por Sérgio Moro

O Governador de Rondônia, Coronel Marcos Rocha (PSL), participou na última segunda-feira (4), em Brasília, do lançamento do projeto de Lei Anticrime, apresentado por Sérgio Moro, Ministro da Justiça e da Segurança Pública. A proposta prevê alterações em 14 leis referentes ao código Penal, Código de Processo Penal e na Lei de Crimes Hediondos e foi apresentada a governadores e secretários estaduais de segurança.

As mudanças propostas na nova lei seguem três linhas de frente: corrupção, crime organizado e crimes violentos. Para o governador de Rondônia, as medidas apresentadas pelo Ministro da Justiça, podem ajudar a reduzir a criminalidade. Ele destacou a aplicação de penas a pessoas que tem participação em organizações criminosas, além da importância da construção de unidades estaduais de segurança máxima.

Marcos Rocha disse que o projeto de Lei Anticrime vai de encontro com as propostas apresentadas pelo governo.

 

“Tudo que foi apresentado ali, que nós apresentamos e a proposta do ministro estão bem juntas e é isso que a gente quer, para poder reduzir a criminalidade no nosso país”, afirmou.

 

Entre os itens frisados por Sérgio Moro, está o combate a corrupção existente nas esferas da administração pública. O ministro propôs que medidas mais duras sejam aplicadas aos condenados.

Logo que foi eleito governador, Marcos Rocha pontuou que o combate à corrupção é a principal medida adotada no estado. O governador ainda disse que uma equipe disciplinar será montada em todas as áreas para “esse grande mal ser afastado da área pública”.

“Quando têm a corrupção, falta dinheiro para educação, saúde, para segurança, para tudo. Vamos fazer, para que sobre dinheiro e a gente consiga investir nas várias áreas do nosso estado e também no pessoal”, pontuou o governador. (G1)


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »