19/02/2019 às 06h53min - Atualizada em 19/02/2019 às 06h53min

Morte de rapaz em mercado poderá se tornar homicídio doloso

O segurança particular Davi Ricardo Moreira Amâncio, de 32 anos, acusado pela morte de Pedro Henrique Gonzaga, de 25 anos, após imobilizá-lo dentro do hipermercado Extra, na Barra da Tijuca (zona oeste do Rio), na última quinta-feira, 14, pode responder por homicídio doloso (intencional), em vez de homicídio culposo (sem intenção), segundo a Polícia Civil do Rio. Fonte:Terra
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »