26/06/2019 às 17h30min - Atualizada em 26/06/2019 às 17h30min

Polícia Militar faz treinamento com cães farejadores em Vilhena

Eliete Marques (G1 - Vilhena)

Quarenta policiais, de várias cidades do estado, participam de um estágio de detecção, guarda e proteção com cães farejadores, em Vilhena (RO), na região do Cone Sul. O curso começou na segunda-feira (24) e encerra no próximo sábado. A formação é promovida pela Polícia Militar (PM) e tem como objetivo o aperfeiçoamento de militares que já trabalham em canis, bem como a qualificação de novos profissionais.

Além da PM, também participam da qualificação agentes da Polícia Rodoviária Federal (PRF), Polícia Federal (PF), Polícia Civil, Corpo de Bombeiros e sistema penitenciário. Na formação, os servidores participam de aulas teóricas e práticas sobre técnicas de adestramento para detecção de drogas.

Além disso, os policiais são treinados nas áreas de guarda e proteção, situações que os cães são utilizados para segurança, como presídios e eventos. “A importância do cão é fundamental no combate à criminalidade. A cada quantidade de droga retirada da sociedade, várias pessoas são salvas. Então, quanto mais a gente tiver técnicas apuradas, quem ganha é a sociedade”, enfatiza o instrutor, Gilson Alves.
De acordo com a PM, atualmente, há canis em Porto Velho, Cacoal, Ji-Paraná e São Miguel do Guaporé. Em Vilhena, o projeto para a instalação de um canil está em andamento, mas ainda não há previsão para início das obras.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »