08/08/2019 às 09h06min - Atualizada em 08/08/2019 às 09h06min

Justiça mantém prisão de pecuarista acusado de roubar caminhão com 20 bovinos

Um pecuarista acusado de colaborar no roubo de um caminhão com vacas e novilhas teve a prisão preventiva mantida pelo Tribunal de Justiça de Rondônia (TJ-RO). A decisão foi divulgada nesta semana pelo TJ.

Jair Valter Correa foi preso preventivamente último dia 6 de junho, sob acusação de se unir a quatro comparsas para roubar um caminhão com 20 animais no Distrito 5° BEC, em Machadinho D’Oeste (RO), região do Vale do Jamari.

O caminhão levado pelos quatro homens estava carregado com dez vacas e dez novilhas. Depois do crime, que segundo o TJ-RO aconteceu no dia 21 de abril deste ano, o homem permitiu que os animais fossem descarregados na propriedade dele.

Ele também responde por participar das negociações da venda desse gado. Um comprador, de boa-fé, chegou a pagar quase R$ 30 mil em cheques a Jair.

No pedido de habeas corpus, a defesa do acusado alegou que o preso sofre constrangimento ilegal e que se apresentou voluntariamente na delegacia para dizer que não tem envolvimento com o crime.

A advogada também argumentou que ele é conhecido na região como uma “pessoa honesta e trabalhadora” e não ofereceria risco se solto.

O desembargador Daniel Ribeiro Lagos entendeu que existem indícios suficientes que de o roubo aconteceu e com a participação de Jair, por isso negou o habeas corpus pedido de forma liminar e preferiu aguardar manifestação do Ministério Público no caso.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »