09/08/2019 às 17h46min - Atualizada em 09/08/2019 às 17h46min

CEREJEIRAS: Campanha em favor de bebê que precisa realizar cirurgia de urgência, movimenta as redes sociais.

Rebeca será operada neste final semana em Ouro Preto do Oeste

A pequena Rebeca Almeida, 4 meses de idade, foi diagnosticada com Estenose Hipertrofica do Piloro, que é a obstrução quase completa do canal pilórico, ligação do estômago com o intestino.

A bebê é filha do casal Flavia Almeida dos Santos Miranda e Misael Miranda Barbosa e bisneta da professora Natalia (aposentada).

Rebeca vem sofrendo com os sintomas desde que nasceu, mas aos 2 meses os sintomas ficaram mais fortes, mas somente agora aos 4 meses que foi confirmado o diagnóstico pois já tem uns 15 dias que ela piorou recusando qualquer tipo de alimento, necessitando de cirurgia urgente para que possa voltar a se alimentar adequadamente.

Os pais entraram em contato com um médico cirurgião pediatra, que vai avaliar a Rebeca e tudo dando certo realizar a cirurgia que será feita no município de Ouro Preto do Oeste-RO.

A família pede a todos que puderem ajudar com qualquer valor para que possa ser feito a cirurgia com a maior brevidade possível, pois é extremamente necessário esse procedimento.

As contribuições financeiras de qualquer valor podem ser feitas na Caixa Econômica Federal - Agencia 4334 - Conta poupança 2026-4 - Operação 013 – Favorecida: Flavia Almeida dos Santos.

Interessados em colaborar podem adquirir um número de rifa por R$ 5,00 e concorrer a uma cesta da Cacau Show – Fone: (69) 99367-5458 (Ana Paula Cardianal).
 
Estenose Hipertrofica do Piloro 

Estenose hipertrófica do piloro é uma condição comum em infantes com 2 - 12 semanas de idade e cuja causa permanece desconhecida. O diagnóstico clínico baseia-se na história de vômitos não-biliosos em jato, sinais de hiperperistalse gástrica e "tumor" pilórico palpável ao exame físico. Os autores ilustram os típicos achados desta alteração em seriografias do trato gastrointestinal superior e na ultra-sonografia abdominal. Critérios diagnósticos são descritos e as aplicações desses dois métodos são estabelecidos segundo a literatura vigente.

Uma vez que o diagnóstico é feito, o estado do volume restaurado (como evidenciado por esvaziamento do lactente), e os electrólitos corrigido, o bebê está pronto para a cirurgia, a menos que existam outros fatores complicadores.

Indicações para Cirurgia

O tratamento cirúrgico deve ser considerado em crianças com estenose pilórica documentado.

Técnicas Cirúrgicas

Desde Ramstedt, o tratamento foi piloromiotomia. Este procedimento é feito sob anestesia geral, com várias incisões descritas, nenhum dos quais têm qualquer vantagem especial. A incisão circumumbilcal é recomendado por alguns para esconder a incisão.

Independentemente, o piloro “tumor” é retirado da ferida com tração suave e uma incisão de sero-muscular é feita a partir do antro gástrico para a junção do piloro eo duodeno. Esta incisão é “divisão” com a parte traseira de um cabo da faca até que as duas metades do anel pilórico são separados uns dos outros e movidos independentemente.
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »