10/12/2019 às 18h26min - Atualizada em 10/12/2019 às 18h26min

Eleição para diretores de escolas está mantida; consulta acontecerá no primeiro bimestre de 2020


 
A mudança aconteceu após os deputados estaduais de Rondônia votarem, nesta terça-feira (10), pelo veto do Projeto de Lei nº338/2019 que revoga a Lei nº3.018/2013 e suas alterações, que dispõe sobre a Gestão Democrática nas escolas do Estado.

Com isso, a volta do Processo de Consulta à Comunidade Escolar para a Escolha de Diretores e Vice-Diretores está garantido.
Em reunião com o presidente da Assembleia Legislativa de Rondônia (ALE/RO), deputado Laerte Gomes (PSDB) e com o presidente da Comissão de Educação e Cultura da ALE/RO, Lazinho da Fetagro (PT), no último dia 02, a direção do Sintero deixou claro que o encaminhamento da base era de não iniciar o ano letivo de 2020, até que o Projeto de Lei fosse revogado, uma vez que a extinção da Gestão Democrática representava um grande retrocesso.

Através de uma gestão participativa e inclusiva, a comunidade escolar composta por trabalhadores em educação, alunos, familiares e sociedade em geral podem participar das atividades e decisões da escola, inclusive escolhendo os gestores escolares por meio do processo de Consulta Popular.

Por isso, o Sintero manteve firme o seu posicionamento diante da volta da Gestão Democrática, caso contrário, as escolas de Rondônia voltariam a funcionar com o modelo de indicação, no qual cada político poderia apontar diretores que atendessem apenas os seus interesses individuais.

Com esta vitória de hoje na ALE/RO, o Sintero acompanhará todo o processo de Consulta à Comunidade Escolar que acontecerá no primeiro bimestre de 2020.
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »