03/01/2020 às 11h45min - Atualizada em 03/01/2020 às 11h45min

Investigador de polícia mata a mulher e depois atira contra a própria cabeça

Crime foi presenciado pelo filho dele de 17 anos e a irmã da vítima

O investigador da Policia Civil Adalberto Duarte da Silva, de 43 anos, matou a mulher Lívia Cathiane a tiros e, em seguida, se matou atirando contra a própria cabeça na tarde desta quinta-feira (2), em Jardim-(MS), município distante a 233 quilômetros de Campo Grande.

O filho dele, de 17 anos, e a irmã da vítima teriam presenciado toda a cena. De acordo com o delegado Roberto Carlos Morgado Pires, o caso aconteceu em residência da Rua Corumbá, Vila Angélica II. O casal teria se desentendido, quando o homem atirou contra mulher e depois na cabeça dele. “Foi um desentendimento familiar. Ainda estamos apurando os motivos”, disse.
 
Pires informou que o crime ocorreu na varanda da casa e foi presenciado por parentes do casal. Detalhes sobre a arma usada no crime, quantidade de tiros não foram divulgados porque, segundo o delegado, ainda estão sendo analisados pelos peritos.
 
O investigador Adalberto Duarte da Silva era lotado na 1ª Distrito Policial de Jardim. Este é o primeiro feminicídio de 2020 no Mato Grosso do Sul. Fonte: Campograndenews

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »