24/02/2020 às 09h50min - Atualizada em 24/02/2020 às 09h50min

Mulher diz que matou marido porque ele a obrigava a ter relações sexuais

Uma mulher indígena de 37 anos, foi presa no final da tarde deste domingo (23) à polícia ela confessou que matou o marido Valdeir Barbosa de Souza, 29 Anos, porque ele queria obrigá-la a satisfazer um desejo sexual. O crime aconteceu no assentamento Ñu Porã, localizado nas margens da BR-163, em Dourados-MS.
 
De acordo com relatos da mulher à polícia, há algum tempo o marido forçava ela a fazer coisas que não queria. As discussões aconteciam sempre que os dois bebiam e que, segundo ela, Vadeir ficava muito agressivo.

No domingo, pela manhã, diante da recusa em atender à exigência do marido e para se defender, ela pegou uma faca e golpeou o marido que foi deitar em uma rede acabou morrendo. Ele disse que pensava que o marido estive dormindo.
 
Por volta das 16h, um outro morador do assentamento foi até o local e constatou que Valdeir estava sem vida. A Polícia Civil foi chamada e prendeu a mulher, que ainda embriagada, confessou o crime. Fonte e Foto: Midiamaxnews

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »