19/05/2020 às 18h17min - Atualizada em 19/05/2020 às 18h17min

Prefeitura de Cerejeiras diz que acolheu servidora pública suspeita de ter contraido coronavirus

Secretário municipal de saúde emitiu nota esclarecendo caso suspeito

Em nota oficial enviada ao jornal eletrônico MÍDIARONDONIA pela Secretário Municipal de Saúde, Ederson Lopes, a Prefeitura de Cerejeiras afirma que acolheu a paciente que buscou atendimentos sob suspeita de ter contraído o novo coronavirus.
 
O documento afirma que a secretaria municipal de saúde tem cumprido com todos os protocolos do Ministério da Saúde e o teste não foi realizado na servidora pública em razão dos sintomas apresentados descartar essa necessidade.
Em contato telefônico com a redação, Ederson Lopes afirmou que toda a estrutura da secretaria municipal de saúde está à disposição dos munícipes Cerejeirenses. “Nossas equipes tem trabalhado dia e noite, vigilância sanitária, ACS, hospital são Lucas, postos de saúde, todos servidores da saúde tem dado seu melhor e se empenhado ao máximo para cuidar da saúde da nossa população.” Esclareceu o secretário.
 
Questionado por nossa reportagem a respeito da falta de testes rápidos em Cerejeiras, o secretário respondeu, “nossos moradores podem ficar descansados, nosso município tem sim os testes, temos 2 ambulâncias equipadas com respiradores, temos UTIs e essa semana recebemos um novo respirador. Finalizou Ederson.

Leia abaixo a nota oficial na íntegra
Nota de Esclarecimento da Secretaria Municipal de Saúde de Cerejeiras/RO
 
CONSIDERANDO uma notícia publicada no Site Mídia Rondônia no último dia 19/05/2020, cujo título CEREJEIRAS: SERVIDORA PÚBLICA PODE TER CONTRAIDO CORONA VÍRUS; ELA ESTÁ ISOLADA E TOMANDO AZITROMICINA...
 
A Secretaria Municipal de Saúde esclarece os atendimentos prestados a uma servidora pública. No dia 14 de maio de 2020, a paciente buscou atendimento médico na unidade hospitalar municipal São Lucas, sendo acolhida por volta de 8h50mim reclamando de sintomas gripais.

Ao ser atendida pelo médico plantonista, conduta tomada: solicitou exames iniciais, orientou que esses exames fossem mostrados para médico da Atenção Básica de Saúde do seu setor de referência, solicitou que a enfermeira coordenadora hospitalar informasse a vigilância epidemiológica uma vez que, a paciente relatou que estava trabalhando na secretaria de uma unidade escolar, tendo contato com outras pessoas e optou em atestar por 14 dias, orientando ficar em casa e já entrou com antibiótico Azitromicina que é indicado em trato respiratório.
 
A vigilância epidemiológica ao tomar conhecimento do fato, no dia 14 de maio de 2020, através de um áudio da própria paciente pedindo orientações e ao mesmo tempo informando das condutas tomadas pelo médico plantonista do hospital, qual havia passado por uma consulta.
 
Manteve as orientações de acordo com o protocolo do Ministério da Saúde e solicitou que a Agente Comunitária de Saúde de referência acompanhasse a evolução do quadro, uma vez que até o presente momento estava sendo tratado caso como sintomas gripais. No dia 15 de maio de 2020, a agente comunitária de saúde teve na residência da paciente para verificar se os exames solicitados tinham ficados prontos e como a mesma estava se sentido.
 
Foi orientada pela a agente de saúde a procurar a Unidade de Saúde Dr. Hercílio Silva Dutra, após as 14h00mim visto que resultados dos exames ficariam prontos a partir desse horário.
 
Assim, foi feito, no mesmo dia ela foi acolhida nesta unidade pela equipe e atendida pela Médica, avaliou os exames apresentados e realizou exames físicos habituais solicitando exames complementares a fim de fechar diagnostico.
 
No dia, 18 de maio de 2020, a agente comunitária de saúde manteve contato com a paciente, informando de uma consulta agendada para dia 19 de maio de 2020, as 09h00mim na sua unidade de saúde de referência, ao passar pela consulta, os sintomas relatados na data hoje, a clínica distancia fechamento diagnóstico de COVID, fazendo necessário solicitar novos exames complementares para fornecer o devido diagnóstico.
 
Para oferecer o teste de SWAB, fazia se necessário o tempo estipulado pelo protocolo da coleta do Ministério da Saúde, nos retornos médicos da servidora a clínica foi distanciando de uma suspeita de acordo com monitoramento.
 
Cerejeiras/RO, 19 de maio de 2020.

Secretário de Saúde Municipal


Ederson Lopes


(matéria alterada as 22:43h para acréscimo de informações)
 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »