05/07/2020 às 18h06min - Atualizada em 05/07/2020 às 18h06min

Em Cerejeiras, mais dois animais domésticos morrem envenenados, veja vídeo

MÍDIA RONDÔNIA
Heimy gatinha de estimação da família Cavasani
Em sua página do Facebook a professora Antônia Cavasani, moradora do bairro Alvorada, no município de Cerejeiras (RO) relatou neste sábado (4) a morte de uma gatinha da família, que foi envenenada, levada para uma clínica veterinária e não resistiu. “Minha gatinha Heimy não resistiu ao envenenamento. O assassino utilizou veneno para ratos, chumbinho. A Veterinária Diana Rolim fez tudo para salvá-la, quando deu entrada no internamento aplicou soro com tranquilizante (sedativo) e medicamentos, mas com o passar das horas houve comprometimento cerebral e dos outros órgãos, veio a óbito. O assassino deve estar relatando sua proeza com muitos outros desumanos. Sou grata a todos pelo carinho e solidariedade, a vocês que assim como eu, tem esse amor infinito pelos animais.” Desabafou Cavasani.

Segundo a médica veterinária Diana Zatti Rolim, houve nos últimos dias atendimento de pelo menos três gatos envenenados. “Pelos sintomas neurológicos severos apresentados, o envenenamento é por chumbinho (veneno para ratos), tem relatos de vários proprietários de cães em que os animais começaram a vomitar sangue e morreram momentos depois, mas que realmente procuraram atendimento e chegaram até a minha clínica recentemente foram três gatos, todos com características de envenenamentos por chumbinho, que é uma grande crueldade.” Esclareceu Diana.

Na manhã deste domingo (5) a moradora do bairro Floresta, Evani Alves postou em grupo de WhatsApp um vídeo que mostra um gato que apareceu em seu quintal aparentemente envenenado, durante as imagens a moradora narra que corriqueiramente tem acontecido casos na cidade. No grupo em que o vídeo foi compartilhado vários internautas mostraram-se indignados e relataram casos semelhantes recentes em Cerejeiras (O gatinho que aparece nas imagens, infelizmente morreu). Veja aqui o vídeo: https://bit.ly/2ZCevPy

Compra e Venda de “Chumbinho” é crime, denuncie!

Se você presenciar alguém comercializando este tipo de produto, ligue imediatamente 190.  Trata-se de um veneno agrícola conhecido popularmente como veneno para ratos, é amplamente usado para matar cães e gatos.

Esses venenos agrícolas possuem elevada toxicidade aguda, de forma que a morte do roedor ocorre poucos instantes após sua ingestão, o que dá a falsa impressão ao consumidor de que o produto é eficiente. Mas as colônias de ratos não funcionam assim.

Normalmente o animal mais idoso ou doente é enviado para ‘provar’ o novo ‘alimento’; como ele morre em seguida, os demais ratos observam e fogem.
O chumbinho é um produto clandestino, vendido ilegalmente e extremante perigoso se ingerido, por não possuir antídoto.

A compra e venda no Brasil é proibida, e considerada crime, com penas que variam de 1 a 4 anos, mais pagamento de multa.

Lei 9605/1998

Artigo 56. Produzir, processar, embalar, importar, exportar, comercializar, fornecer, transportar, armazenar, guardar, ter em depósito ou usar produto ou substância tóxica, perigosa ou nociva à saúde humana ou ao meio ambiente, em desacordo com as exigências estabelecidas em leis ou nos seus regulamentos:

Pena - reclusão, de um a quatro anos, e multa.

§ 1o Nas mesmas penas incorre quem:

I - Abandonar os produtos ou substâncias referidas no caput ou os utiliza em desacordo com as normas ambientais ou de segurança;
II - Manipula, acondiciona, armazena, coleta, transporta, reutiliza, recicla ou dá destinação final a resíduos perigosos de forma diversa da estabelecida em lei ou regulamento.

Portal da ANVISA: http://portal.anvisa.gov.br/…/5fbf5580429fa2fd8ff5ef2312e9d…
 
Saiba como denunciar maus-tratos ou crueldade contra animais

Quando o assunto é denúncia de maus-tratos ou crueldade contra animais, o Brasil possui legislação pertinente e autoridades competentes que são responsáveis pela manutenção da lei e punição de crimes. Caso você presencie maus-tratos a animais de quaisquer espécies, sejam domésticos, domesticados, silvestres ou exóticos – como abandono, envenenamento, presos constantemente em correntes ou cordas muito curtas, manutenção em lugar anti-higiênico, mutilação, presos em espaço incompatível ao porte do animal ou em local sem iluminação e ventilação, utilização em shows que possam lhes causar lesão, pânico ou estresse, agressão física, exposição a esforço excessivo e animais debilitados (tração), rinhas, etc. –, vá à delegacia de polícia mais próxima para lavrar o Boletim de Ocorrência (BO).

A denúncia de maus-tratos é legitimada pelo Artigo 32, da Lei Federal nº. 9.605, de 12.02.1998 (Lei de Crimes Ambientais) e pela Constituição Federal Brasileira, de 05 de outubro de 1988. É possível denunciar também ao órgão público competente de seu município, para o setor que responde aos trabalhos de vigilância sanitária, zoonoses ou meio ambiente. Lembrando que cada município tem legislação diferente, portanto caso esta não contemple o tema maus tratos pode utilizar a Lei Estadual ou ainda recorrer a Lei Federal.

Lei de Crimes Ambientais

Artigo 32. Praticar ato de abuso, maus-tratos, ferir ou mutilar animais silvestres, domésticos ou domesticados, nativos ou exóticos:

Pena - detenção, de três meses a um ano, e multa.

§ 1º. Incorre nas mesmas penas quem realiza experiência dolorosa ou cruel em animal vivo, ainda que para fins didáticos ou científicos, quando existirem recursos alternativos.

§ 2º. “A pena é aumentada de um sexto a um terço, se ocorre morte do animal.”

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »