02/09/2020 às 18h25min - Atualizada em 02/09/2020 às 18h25min

CEREJEIRAS: Crimes de estelionato crescem assustadoramente, 6 vítimas registraram ocorrência em 24h e delegado faz alerta

Mídia Rondônia
Nas últimas 24 horas seis (6) vítimas de golpe de estelionato procuraram a delegacia de polícia de Cerejeiras (RO) e registraram ocorrência policial, os registros foram realizados até as 10:30h desta quarta-feira (2).
 
Modus Operandi

Todas as ocorrências narram fatos semelhantes, onde as vitimas receberam mensagens no aplicativo WhatsApp com um código ou link “311973 v.whatsapp.com/” que o emissor diz que enviou para número errado e solicitar que seja enviado de volta para ele, quem envia tem seu whatsapp clonado e não consegue mais baixar o aplicativo em seu aparelho celular.

Uma das vítimas, um homem de 55 anos morador da linha 7, área rural do município de Cerejeiras, relatou que recebeu uma mensagem no whatsapp de um amigo solicitando um empréstimo de valor alto em dinheiro e também recebeu código no aplicativo de mensagens e ao clicar no referido código teve seu whatsapp clonado, o mesmo conseguiu manter contato com amigo que estava tendo seu nome usado pelos estelionatários e foi informado que teve seu aplicativo de mensagens clonado pelos bandidos. Em Cerejeiras diversas pessoas já foram vítimas de tentativa de golpistas, entre elas empresário, odontólogo e comerciantes.

Delegado faz alerta

A equipe de reportagem do portal eletrônico Mídia Rondônia manteve contato com o delegado Mayckon Douglas que fez um alerta, “a população de Cerejeiras e região tem que ficar alerta, em razão da pandemia e da quarentena as pessoas tendem a ficar mais tempo nas redes sociais e a bandidagem tem se especializado a cada dia e sempre se renovando nos golpes, nossa recomendação é que todos fiquem alertas, evitem clicar e repassar links e códigos desconhecidos, se receber mensagens de pedidos de transferências de dinheiros apurem a origem da mensagem, evitem transferências bancárias para contas de desconhecidos e bloqueie números que enviarem mensagens indesejadas,” alertou o delegado.
 
 

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »