04/11/2020 às 01h05min - Atualizada em 04/11/2020 às 01h05min

​Sem pesquisa confiável, eleição para prefeito de Cerejeiras segue embolada

Sem uma pesquisa confiável, a eleição para prefeito de Cerejeiras segue indefinida. A última sondagem realizada pela empresa Dados Brasil, que apontou a atual gestora do município com 43,88%, não emplacou entre os eleitores uma vez que a Justiça Eleitoral de Vilhena concedeu liminar contestando os resultados e colocando a pesquisa sob suspeição.

Há fortes indícios de fraude, com suspeita de que seus dados tenham sido manipulados.
O pedido de liminar foi feito pelos advogados do candidato a prefeito de Vilhena, Eduardo Japonês (PV).   

Além de números de entrevistados que não batiam, apresentando erros grosseiramente divergentes, os advogados da coligação não encontraram dez endereços de pessoas que, suspostamente, foram entrevistadas pelos pesquisadores e que, por outro lado, não declararam seus votos.

Em Cerejeiras, há fortes suspeitas de que os entrevistadores também não estiveram na cidade, porém, o resultado favoreceu a candidatura da atual prefeita, desequilibrando o pleito e prejudicando os demais concorrentes, já que muitos apoiadores contavam que os demais concorrentes não seriam páreo para lhe fazer frente nas urnas. Na reta final da campanha, além de embolada a sucessão, os dois candidatos prejudicados pela sondagem cresceram e apresentam reais condições de surpreender no próximo dia 15. 
   

 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »