23/06/2018 às 10h16min - Atualizada em 23/06/2018 às 10h16min

Sem fiscalização dos órgãos de segurança, Pimenteiras se torna o novo paraíso do crime organizado

Cerejeiras – O comandante da Polícia Militar de Cerejeiras, capitão Ivan César Vian, revelou ontem (22) que o município de Pimenteiras é um corredor do tráfico de drogas e veículos furtados, principalmente motocicletas. Para se ter uma ideia do problema, o comandante informou que, em 2017, somente em Cerejeiras, foram furtadas 12 motocicletas. Segundo ele, dez já foram recuperadas. Até maio de 2018, de acordo com dados estatísticos apresentados pelo chefe da PM, foram recuperadas 14 motocicletas em Cerejeiras, sendo que, nem todas foram furtadas no município. “Recuperamos uma motocicleta oriunda de furto de Corumbiara, outra de Colorado e uma Biz produto de roubo ocorrido em Vilhena, mas que foi recuperada aqui em Cerejeiras. Como eu disse: Pimenteiras e Cerejeiras se tornam um corredor para esse tido de delito”, alertou. Por outro lado, o policial lembrou que medidas de segurança estão sendo adotadas para combater o crime organizado na região. “Uma das alternativas é a instalação de câmeras nas entradas e saídas da cidade, que, fortalecerá a vigilância e, por outro lado, atuará como um fator inibidor da criminalidade ”, explicou. Sobre o tráfico de drogas e a “fuga” de veículos - roubados e furtados - no Brasil tendo como apoio logístico do crime organizado a cidade de Pimenteiras, o policial adiantou que, a ausência de fiscalização e patrulhamento no rio Guaporé faz com que, algumas pessoas, vejam nesses crimes uma modalidade muito vantajosa. “O trabalho de Pimenteiras é um dos mais árduos que nós temos aqui na região, uma vez que a PM enfrenta os crimes transfronteiricíos, que ocorrem no Brasil e Bolívia”, disse. Fragilidade A fiscalização em Pimenteiras, segundo o militar, é deficitária na fronteira, sobretudo pela ausência de órgãos de segurança pública, como Exército, Marinha, Polícia Federal e Receita Federal. Como exemplo de aparelhamento de órgãos de segurança pública, ele citou a cidade de Guajará-Mirim, que faz fronteira com a Bolívia, mas que dispõe de um quartel do Exército, Departamento de Polícia Federal, posto da Receita Federal e Marinha. Responsável pela 4ª Companhia de Polícia Militar do Estado, Vian e sua equipe são responsáveis pelo policiamento de Cerejeiras, Corumbiara, Pimenteiras e, muito em breve, ainda segundo ele, pelo distrito de Vitória da União. Embora tenha admitido possuir um efetivo considerado reduzido, sobretudo em razão da grande demanda de policiamento na região, Vian lembrou que, tanto a Policia Militar como a Polícia Civil, estão atentas às investigações dos delitos, agindo com inteligência e prendendo os criminosos. Vian foi entrevistado ontem (22), sexta-feira, pelo jornalista Elizeu Evangelista, apresentador do programa Tribuna Livre da rádio Ondas Verdes FM (foto).    
Ivan Vian: Comandante da PM em Cerejeiras e região Midiarondonia.com.br Foto: Márcia Tesser  
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »