13/12/2020 às 09h20min - Atualizada em 13/12/2020 às 09h20min

Nenhum curso de Rondônia atingiu nota 5 na avaliação do MEC

G1

Dos 89 cursos, das mais de 20 instituições públicas e privadas avaliadas no Conceito Preliminar de Curso (CPC) do Ministério da Educação (MEC) em 2019 no estado de Rondônia, nenhum alcançou nota máxima de qualidade e apenas um curso ficou com nota 1. Os resultados foram divulgados nesta semana pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep).

Nesta edição foram avaliadas graduações nas áreas de ciências agrárias, ciências da saúde, engenharias, arquitetura e urbanismo, além de cursos superiores de tecnologia nas áreas de agronegócio, estética e cosmética, gestão ambiental, gestão hospitalar, radiologia e segurança no trabalho.

 

O Conceito Preliminar de Curso (CPC) é um indicador prévio da situação dos cursos de graduação no país e vai de 1 a 5. Cursos que obtiverem CPC 1 e 2 serão automaticamente incluídos no cronograma de visitas dos avaliadores do Inep. Os cursos com conceito igual ou maior que 3 podem optar por não receber a visita dos avaliadores. As notas são usadas, por exemplo, para a distribuição de vagas em programas do governo federal.

São critérios de avaliação:

 

  • desempenho dos alunos na graduação e na prova do Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes (Enade);
  • nível de formação acadêmica dos professores;
  • regime de trabalho dos docentes (se é de dedicação integral ou parcial);
  • percepção dos estudantes sobre a qualidade do curso.

 

 

Nota 4

 

Dos 89 cursos avaliados, 25 obtiveram nota 4. Dentre eles, cinco são de instituições públicas.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »