17/12/2020 às 09h07min - Atualizada em 17/12/2020 às 09h07min

Denúncia de compra de votos em Pimenteiras pode ter sido "armação política"

Com informações da assessoria

A Polícia Federal (PF) deflagrou nesta quarta-feira (16) uma ação para investigar uma suposta compra de votos em Pimenteiras do Oeste (RO), fronteira com a Bolívia. A "Operação Indefinição" é realizada em conjunto com o Ministério Público Eleitoral.

Três mandados de busca e apreensão foram expedidos pela Justiça Eleitoral em Cerejeiras (RO). Os alvos são candidatos que participaram das eleições de 2020 e servidores públicos que supostamente distribuíram cestas básicas em campanha.

Ainda conforme a PF, celulares e aparelhos eletrônicos foram recolhidos para análise e um envolvido foi preso em flagrante por porte ilegal de arma. Ele foi encaminhado para a delegacia da PF em Vilhena (RO).

Após análise do material apreendido, a PF e o MP anunciaram que há possibilidade de que a denuncia contra os investigados tenha sido inventada, mas que o caso segue em investigação.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »