26/07/2018 às 10h06min - Atualizada em 26/07/2018 às 10h06min

Morre PM baleado em confronto com invasores; conflito ocorreu entre Guajará-Mirim e Nova Mamoré

O sargento da Polícia Militar João Batista da Costa Filho não resistiu e morreu no final da noite de quarta-feira (25) no Hospital de Nova Mamoré. Ele foi baleado na virilha durante confronto com posseiros em uma área invadida na Linha 29-A, região de Nova Dimensão, entre os municípios de Guajará-Mirim e Nova Mamoré. A PM confirmou a morte de mais duas pessoas que ainda não foram identificadas. Segundo a polícia, a equipe do Patrulhamento Tático Móvel (Patamo), composta por dez policiais em três viaturas, foi até o Sítio Beira Rio, na Linha 29-A, Km 42, onde algumas pessoas teriam invadido a propriedade e ateado fogo em uma casa de madeira e no pasto, além de matar alguns animais. No local, os policiais viram cerca de oito homens, que a princípio não estavam armados, mas no momento em que foi dada ordem para que eles levantassem as mãos, os invasores se jogaram para trás de uma árvore caída e começaram a atirar contra os policiais. Durante a troca de tiros o sargento J. Batista foi baleado na região da virilha e dois posseiros também foram atingidos, mas o restante do grupo fugiu para dentro da mata. Os militares começaram a colocar as vítimas nas viaturas, mas foram novamente surpreendidos com mais tiros vindos da mata, dando início a um novo confronto, mas os invasores fugiram novamente. Os policiais conseguiram levar os feridos para o hospital de Nova Mamoré. Dois posseiros, não identificados, morreram enquanto recebiam os primeiros socorros. Já o sargento da PM sofreu algumas paradas cardíacas e também não resistiu. Com os infratores foram localizadas duas espingardas calibre 12, sem numeração; uma espingarda calibre 32, sem numeração; um facão; um motosserra; duas lanternas; 39 munições de espingarda calibre 12 intactas e uma munição de espingarda calibre 32 intacta; uma caixa contendo 72 espoletas e um frasco com vários balotes. Três motos também foram abandonadas pelos invasores, sendo duas Bros, uma de cor branca e outra de cor vermelha, e ainda uma Fan de cor preta. Foram encontrados ainda os documentos de Weber Silva de Amorim, de Vandercley Rodrigues de Souza e a quantia de R$ 42 em espécie. Fonte: Rondoniagora.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »