23/03/2018 às 22h55min - Atualizada em 23/03/2018 às 23h00min

Deputado fala de gravações, traições, imprensa marrom e revela que Maurão enfrentou um câncer

Em entrevista exclusiva ao programa Tribuna Livre, apresentado pelo jornalista Elizeu Evangelista, o deputado Jesuíno Boabaid (PMN) falou sobre o polêmico episódio envolvendo seu nome em uma gravação clandestina, fato que ganhou ampla repercussão na mídia, uma vez que ele teria se colocado contra o governador Confúcio Moura e garantido apoio político ao presidente da Assembleia Legislativa, deputado Maurão de Carvalho. O parlamentar revelou que Maurão lhe confidenciou que tinha enfrentado um câncer recente. Que recorreu aos pastores da sua igreja para receber apoio espiritual durante o tratamento. Que os evangélicos lhe pediram para sair da vida pública.  Contou, ainda, que o presidente da Assembleia sofreu traições no meio político. Disse que o governador não estava ressentido com o seu vice, Daniel Pereira.Em determinado momento da entrevista, ele criticou a postura da mídia no caso das gravações clandestinas, chamando de “imprensa marrom”. Contou que, após o fato, seu irmão e seus assessores foram duramente atacados pela mídia.Jesuíno, que cumpre agenda no Cone Sul, revelou que a gravação teve cunho político visando desestabilizar a pré-candidatura de Maurão ao governo de Rondônia. Revelou, por outro lado, que se sentia tranquilo, pois em suas falas não aparecia envolvido em nenhum crime, como chantagem ou extorsão ao governador. O programa Tribuna Livre é transmitido de segunda à sexta-feira,das  18h às 19h, pela rádio Ondas Verdes (104,9) de  Cerejeiras.
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »