03/01/2020 às 16h38min - Atualizada em 03/01/2020 às 16h38min

Igreja Evangélica Metodista Wesleyana realiza batizado de detentos no presidio de Cerejeiras

Confira as imagens do evento

MÍDIA RONDÔNIA
O grupo de Evangelização Carcerária Interna – ECI, Idealizado pelo preso Antônio Carlos da Silva, dentro da Unidade Prisional de Cerejeiras (RO) completou seis (6) anos de atuação no mês de dezembro de 2019, sendo que no dia 21 foi realizado um culto de louvor a Deus presidido pelo pastor Robinson Wagner Barreiros da Igreja Evangélica Metodista Wesleyana, juntamente com o presbítero Gelson Novais Ribeiro, Renato Novais Ribeiro, missionárias Caroline Mendes Jorge Barreiros e Lucinéia Caetano.
 
Na ocasião do culto foi realizado um batismo, onde os presos; Celso Lima Amaral, Damião Robenildo Santos Pequeno, Elizeu Fernandes da Silva e Valtair Cardoso Ribeiro foram batizados.

O idealizador do projeto ECI, Antônio Carlos, que a pedido da direção da Unidade Prisional possui elogios em seu processo de execução de pena por ter idealizado e colocado em prática o projeto quando ainda estava no regime fechado.
 
Atualmente Antônio Carlos cumpre pena no regime semiaberto, no entanto deixou o projeto a cargo dos presos Celso Lima Amaral e Williãosmar Gregório De Oliveira que estão dando sequência ao projeto, onde realizam estudos bíblicos diariamente e cultos aos domingos juntamente com alguns presos do regime fechado.

A direção do presidio afirma que o projeto tem dado resultado positivos para aqueles presos que levam o projeto a sério, sendo notório a mudança comportamental daqueles que aderem e colocam em prática os ensinamentos bíblicos. “Podemos perceber a diferença de comportamento entre os internos que participam e aqueles que não participam das atividades da ECI, esse projeto tem o apoio da direção da unidade carcerária.” Afirmou Eguinaldo Lannes diretor de segurança do presidio de Cerejeiras.

Segundo o pastor Robinson Barreiros, o momento é de gratidão, “há sete anos realizo o trabalho evangelístico todas as terças-feiras no presidio de Cerejeiras e ver nesse momento essas quatro (4) vidas se rendendo  a Jesus Cristo e descendo as águas do batismo é muito gratificante, por isso rendemos Graças, Louvor e Gratidão ao nosso Deus.” Finalizou Barreiros. A publicação das imagens que ilustram essa reportagem foram autorizadas pelos presos que participaram do evento.
 

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »