28/02/2020 às 16h45min - Atualizada em 28/02/2020 às 16h45min

Cerejeiras: Nenhuma empresa se interessa pelo asfaltamento da Avenida Integração Nacional e Licitação finaliza “Deserta”

Nova licitação ocorrerá no mês de março

MÍDIA RONDÔNIA
A comissão permanetente de licitação - CPL - do município de Cerejeiras (RO), por meio de seu presidente Leidemar Coelho Ribeiro, lançou edital de tomada de preços nº. 001/2020, processo licitatório nº. 393/2020, sob o regime de empreitada por preço global, tipo menor preço.

O objetivo do processo licitatório seria a contratação de empresa especializada em pavimentação asfáltica para fazer recapeamento asfáltico em CBUQ na Avenida Integração Nacional, entre a Avenida Brasil e a Rua Deputado Jô Sato (esquina do Supermercado Vílcino) no município de Cerejeiras, com recursos de convênio com a União, através do Ministério da Integração Nacional conforme processo nº. 59553.000581/2017-22, com contrapartida do município totalizando o valor global de R$ 1.000.000,00 (um milhão de reais).

Segundo o presidente da comissão permanente de licitação – CPL, do município de Cerejeiras (RO), Leidemar Coelho Ribeiro, o processo licitatório fracassou e encerrou-se deserto, pois nenhuma empresa especializada mostrou-se interessada em participar do certame, “as empresas especializadas da nossa região, não se interessaram em executar esse serviço de recapeamento asfáltico em CBUQ da avenida Integração Nacional, já publiquei hoje no mural do município o aviso de licitação deserta e na próxima semana iremos publicar novo edital com previsão de abertura nos dias 24 ou 25 de março” Esclareceu Leidemar.

Uma fonte ouvida pela equipe de reportagem do portal eletrônico MÍDIARONDÔNIA, que não quis se identificar, afirmou; “dificilmente alguma empresa do ramo apresentará proposta para executar esse serviço, não compensa financeiramente trazer todo maquinário para fazer esse pequeno trecho por R$ 1 mi (Um Milhão de Reais) a usina mais próxima do produto CBUQ fica em Cacoal (RO) e para trazer o produto até aqui, o mesmo já chega sem condições de uso e a licitação exige 5 anos de garantia, agora é torcer e esperar que alguma empresa se interesse em fazer esse serviço.” Pontuou.

Como funciona o Asfalto Convencional (CBUQ)?

O pavimento rodoviário classifica-se tradicionalmente em dois tipos básicos: pavimentos de concreto e pavimentos asfálticos. Os pavimentos asfálticos são aqueles em que o revestimento é composto por uma mistura constituída basicamente de agregados (pedra britada) e ligantes asfálticos. É formado por quatro camadas constituídas de diferentes espessuras e materiais.
 
Um dos tipos de revestimento asfáltico mais empregados no Brasil é o concreto asfáltico (CA) também denominado Concreto Betuminoso Usinado a Quente (CBUQ). Trata-se da mistura conveniente de agregados de vários tamanhos e cimento asfáltico de petróleo, ambos aquecidos em altas temperaturas.

A obtenção dessa mistura asfáltica envolve a associação de agregado (brita) com ligante asfáltico em proporções predeterminadas em projeto, para produzir uma massa homogênea de acordo com as especificações e critérios pertinentes. Estes procedimentos são realizados em instalações apropriadas conhecidas como usinas de asfalto. O objetivo básico dessas usinas é proporcionar de forma adequada a mistura de frações de agregados, aquecer essa mistura e o ligante asfáltico, e misturar todos esses materiais, produzindo misturas asfálticas dentro das características especificadas.

 
 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »