12/05/2020 às 08h04min - Atualizada em 12/05/2020 às 08h04min

Polícia investiga caso de paciente com suspeita de Covid-19 que fugiu de hospital em Vilhena

Está sob investigação em Vilhena, o caso de uma paciente com suspeita de contágio com o novo coronavírus que teria saído sem autorização do Hospital Regional da cidade. A paciente, que estava internada desde a semana passada, teria fugido na madrugada do dia 8 de maio. Ela seguia em isolamento social. As informações são do G1.

Segundo a a Polícia Civil, os outros casos de violação do isolamento domiciliar entre pacientes que testaram positivo para Covid-19 estão sendo apurados após denúncias.

"De fato nós temos sim três investigações, duas delas por pessoas que violaram o isolamento ou que supostamente teriam violado o isolamento já com coronavírus. Esses fatos nós instauramos inquéritos aqui. A pena é bem grave, é de 10 a 15 anos, mais grave até mesmo que o tráfico de drogas", disse Fábio Campos, delegado da Polícia Civil.

A Secretaria Municipal de Vilhena informou à Rede Amazônica que não pode quebrar sigilo médico e que, portanto, não pode divulgar resultados.

 

Casos em Rondônia

 

Rondônia registrou nesta segunda-feira (11) 47 mortes devido o novo coronavírus. O total de casos confirmados chegou a 1.398, sendo 96 a mais que no último domingo (10). Os dados foram divulgados pela Secretaria Estadual de Saúde (Sesau).

No total, a Sesau confirmou mais quatro mortes oriundas da Covid-19, sendo: duas em Porto Velho (uma mulher de 64 anos e um homem de 48 anos) e duas em Guajará-Mirim (uma mulher de 70 anos e um homem de 56 anos).

Em Rondônia, a taxa de ocupação dos leitos de UTI destinados a pacientes com Covid-19 está em 38,8% (38 leitos) até esta segunda-feira (11), segundo a Sesau.

Destes, 23 estão sob observação médica na Assistência Médica Intensiva (AMI), 11 no Cemetron, três no Hospital Samar e uma criança que está na UTI do Cosme e Damião em Porto Velho.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »