18/05/2020 às 11h12min - Atualizada em 18/05/2020 às 11h12min

CEREJEIRAS: CMDCA e CRAS abordam, em entrevista nesta segunda (18), Dia Nacional de Combate à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes

MÍDIA RONDÔNIA
(Mídia Rondônia) – O Conselho Municipal dos Direitos da Criança e Adolescente de Cerejeiras (RO) - CMDCA, representado pela presidente Marcia Cristina Tesser e Centro de Referência de Assistência Social – CRAS – representado pela psicóloga Elidaiane Café, concedem entrevista na noite desta segunda-feira (18) ao jornalista Elizeu Evangelista, âncora do programa Tribuna Livre, que vai ao ar diariamente das 18h às 19h por meio da Rádio Ondas Verdes FM 104,9 e também por live na página do apresentador no Facebook.
 
A entrevista tem objetivo de informar, sensibilizar e convocar toda a sociedade do município de Cerejeiras para participar da luta em defesa dos direitos das crianças e adolescentes, nesta segunda-feira, dia 18, data em se comemora o Dia de Combate à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes.

O evento faz parte do projeto “Faça Bonito”, com início às 18h e contará com a presença da presidente do CMDCA e da Psicóloga do CRAS e abordará temas referentes a exploração de Crianças e Adolescentes.
“Em razão da pandemia do Coronavírus e da quarentena não poderemos fazer nosso Pit Stop e passeata abordando o tema 18 de maio, por isso escolhemos o programa Tribuna Livre de grande audiência para abordamos o tema e levar informação aos ouvintes.” Esclareceu Marcia Tesser.
 
O QUE É O 18 DE MAIO?

O dia 18 de maio - “Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes”, instituído pela Lei Federal 9.970/00, é uma conquista que demarca a luta pelos Direitos Humanos de Crianças e Adolescentes no território brasileiro e que já alcançou muitos municípios do nosso país.
 
Esse dia foi escolhido porque em 18 de maio de 1973, na cidade de Vitória (ES), um crime bárbaro chocou todo o país e ficou conhecido como o “Caso Araceli”.
 
Esse era o nome de uma menina de apenas oito anos de idade, que teve todos os seus direitos humanos violados, foi raptada, estuprada e morta por jovens de classe média alta daquela cidade. O crime, apesar de sua natureza hedionda, até hoje está impune.

A proposta anual da campanha, que nesse ano comemora o 20º ano de mobilização, é destacar a data para mobilizar, sensibilizar, informar e convocar toda a sociedade a participar da luta em defesa dos direitos de crianças e adolescentes. É preciso garantir a toda criança e adolescente o direito ao seu desenvolvimento de forma segura e protegida, livres do abuso e da exploração sexual.

Click no link e veja a entrevista ao vivo pelo Facebook a partir das 18h do dia 18 de maio de 2020: https://www.facebook.com/elizeu.evangelista
 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »