28/05/2020 às 10h13min - Atualizada em 28/05/2020 às 10h13min

Bando é preso com 30 tabletes de maconha

Cinco homens, com idades entre 24 e 36 anos, foram presos por tráfico de entorpecentes após substâncias, aparentando ser maconha e cocaína, serem encontradas em uma casa na Zona Leste de Porto Velho ontem (27). Na residência de um dos suspeitos também foi encontrado pela Polícia Militar um revolver de calibre 38 e munições intactas.

De acordo com o boletim de ocorrência, uma patrulha da PM fazia a ronda na Zona Sul da capital, quando os policiais observaram dois homens, um de 24 e outro de 35 anos, em um carro estacionado.

Os homens tentaram se esconder quando perceberam a viatura da polícia. Diante do movimento suspeito, os policiais fizeram a abordagem e vistoria tanto no carro como nos dois homens. Nada de ilícito foi encontrado.

No entanto, quando os policiais ainda estavam fazendo a abordagem, um mototaxista, de 30 anos, chegou no local e demonstrou certo nervosismo. A PM também fez a vistoria pessoal no mototaxista e na motocicleta dele. No guidom desta tinha uma sacola com uma caixa de sapatos. Dentro da caixa havia dois tabletes grandes de substância entorpecente aparentando ser maconha.

Quando a PM questionou sobre a droga, o mototaxista disse que entregaria os tabletes aos homens que estavam no carro. Segundo o registro da delegacia, ele também disse aos policiais que receberia R$50 pela entrega da maconha, e que estava disposto a levar os agentes até o local onde havia pego a droga.

Da Zona Sul os policiais, diante da informação do mototaxista, se deslocaram para a Zona Leste da capital, no Bairro Marcos Freire. Ao chegar na casa indicada, os policiais se depararam com um homem, de 26 anos, e o revistaram. Dentro da bermuda dele haviam três porções pequenas de substância entorpecente aparentando ser maconha.

A PM continuou a busca dentro da residência, um outro suspeito, o dono da casa, um homem de 36 anos, também foi abordado. Nas buscas feitas dentro da casa, foram encontradas porções médias e uma pequena de substância entorpecente aparentando ser cocaína na cozinha, além de sacos plásticos utilizados para guardar a droga, uma colher e faca com resquícios de entorpecentes e uma balança de precisão.

Na sala, foi encontrado pelos policiais um revólver calibre 38 com 22 munições intactas, também uma outra balança de precisão, papel filme e vários relógios, que segundo o boletim, seriam oriundos de roubos ou furtos.

Com a suspeita de que mais drogas estariam enterradas no quintal da casa, a PM acionou o canil do Batalhão de Policiamento Choque para comparecerem com K9, um cão policial. Após K9 fazer a varredura no quintal, foram encontrados no terreno 29 tabletes grandes de substâncias entorpecentes aparentando ser maconha.

Ao ser questionado sobre a procedência e o destino da droga, o suspeito de 36 anos disse que a substância tinha vindo em um caminhão que havia saído do Paraguai, e que o sistema funcionaria com uma pessoa oferecendo a droga e o mototaxista realizando as entregas.

Diante dos fatos, foi dado a voz de prisão aos cinco suspeitos envolvidos. Todos foram conduzidos à Central de Flagrante em Porto Velho.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »