17/07/2020 às 08h24min - Atualizada em 17/07/2020 às 08h24min

Entre os servidores da segurança, PM lidera número de infectados pelo coronavírus

Pelo menos 631 profissionais da segurança pública de Rondônia já foram infectados pelo novo coronavírus, segundo dados da Secretaria de Estado da Saúde (Sesau) disponíveis até esta quinta-feira (16). No momento, há sete mortes em decorrência da doença.

O maior número de infectados está na Polícia Militar (PM): são 242. Já a Polícia Penal contabiliza 190 profissionais com a Covid-19. Apesar disso, 503 agentes já estão curados.

Conforme o levantamento da Sesau, até esta quinta:

 

Casos confirmados:

 

 

  • Perícia: 4
  • Policial Penal: 190
  • Bombeiro Militar: 59
  • Polícia Militar: 282
  • Polícia Civil: 96

 

 

Casos suspeitos:

 

 

  • Perícia: 2
  • Policial Penal: 21
  • Bombeiro Militar: 9
  • Polícia Militar: 180
  • Polícia Civil: 32

 

 

Afastamento preventivo:

 

 

  • Perícia: nenhum
  • Policial Penal: 320
  • Bombeiro Militar: 25
  • Polícia Militar: 223
  • Polícia Civil: 29

 

 

Curados:

 

 

  • Perícia: 1
  • Policial Penal: 179
  • Bombeiro Militar: 54
  • Polícia Militar: 220
  • Polícia Civil: 49

 

 

Descartados:

 

 

  • Perícia: 3
  • Policial Penal: 225
  • Bombeiro Militar: 59
  • Polícia Militar: 86
  • Polícia Civil: 59

 

As polícias civil e penal (com três cada uma) são as corporações com mais mortes de servidores por Covid-19. Entre a Polícia Militar, há um óbito até o momento, conforme a Sesau.

Thiago Alfaia Santos, de 41 anos, foi uma das vítimas. O policial estava internado desde 7 de junho na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) com sintomas do novo coronavírus. Ao todo foram 16 dias hospitalizado, conforme o sindicato. Ele deixa mulher e uma filha.

Outra vítima foi Jamerson de Souza Bonfim que, além de lutar contra a doença, travava uma batalha contra a leucemia desde o início de fevereiro. Jamerson trabalhava como policial penal desde março de 2016 e era lotado no Centro de Ressocialização Cone Sul, em Vilhena.

Laudicéia Bezerra Siqueira Campos tinha 34 anos e também morreu por conta do vírus. Ela era lotada no Centro de Ressocialização Suely Maria Mendonça, uma penitenciária feminina, em Porto Velho. Em nota, a Sejus disse que o profissionalismo e a dedicação da policial penal "farão muita falta" à secretaria.

 

Curva em ascensão

 

Rondônia chegou a 28.654 casos confirmados do novo coronavírus nesta quinta e já soma 677 óbitos, segundo dados da Sesau. São 737 confirmações a mais do que o registrado na última quarta-feira (15).

Porto Velho continua sendo a cidade com maior número de infectados: são 16.501 diagnósticos da doença e 448 óbitos. Em seguida está Ariquemes (1.817), Guajará-Mirim (1.804) e Jaru (928).

A Sesau também divulgou que há:

 

  • 17.937 pacientes recuperados;
  • 451 pacientes internados no total;
  • 102.531 testes realizados e;
  • 897 casos suspeitos aguardando resultado no Lacen. (G1)
 

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »