03/09/2020 às 14h17min - Atualizada em 03/09/2020 às 14h17min

Homem que matou ex mulher a canivetadas em Cerejeiras é considerado foragido pela polícia

Mídia Rondônia
Luciene Teixeira Guilherme, vítima de feminicídio em Cerejeiras.
Wilson José Conti Barbosa, 24 anos, acusado de assassinar na manhã desta quinta-feira (3) a golpes de canivete a ex mulher Luciene Teixeira Guilherme, 20 anos, é considerado foragido pela polícia.
 


O crime aconteceu por volta da 10:40h na residência da vítima de feminicídio localizada na Rua Maria Godói Duran nº. 2288, esquina com Rua Aracaju, bairro Jardim São Paulo, em Cerejeiras (RO).

Segundo testemunhas Wilson chegou na casa e chamou por Luciene que estava na companhia de alguns amigos e crianças na sala de sua residência, ao atender o ex marido foi golpeada diversas vezes por um canivete, o agressor não permitiu a reação da vitima e demais testemunhas que presenciaram o crime e fugiu todo sujo de sangue em uma moto Honda modelo Titan de cor vermelha, tomando rumo ignorado. A polícia militar foi e acionada e compareceu ao local do crime, preservando a cena do crime até a chegada da polícia técnica científica que irá fazer a perícia e liberar o corpo para o funeral.



Segundo informações preliminares, Wilson teria furado a barreira da vigilância epidemiológica no município de Corumbiara, não obedecendo à ordem de parada dos fiscais e seguiu sentido ao distrito de Vitória da União. A polícia segue investigando o caso e faz diligências para encontrar o assassino.
 
 
FALTA DE PERITOS EM CEREJEIRAS

A falta de profissionais legistas e peritos no município de Cerejeiras e região tem causado transtornos e constrangimentos aos familiares de vítimas que precisam aguardar por horas o deslocamento de um profissional de Vilhena até Cerejeiras ou demais municípios do conesul do estado de Rondônia, para realizar a perícia e posteriormente o corpo das vitimas tem que ser encaminhado até Vilhena para que um Legista faça a autopsia e liberação de atestado de óbito. As vezes levando até 12 horas para que a família possa iniciar o funeral de seu ente querido, "as nossas autoridades precisam ver isso, é desumano o que vivenciamos diariamente no município de Cerejeiras, Pimenteiras do Oeste e Corumbiara," Afirmou um agente funerário.
 

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »