21/06/2018 às 10h11min - Atualizada em 21/06/2018 às 10h11min

Para Confúcio, sucessão estadual “está um ninho de gato”; Daniel continua na disputa, diz ex-governador

Cerejeiras – Em entrevista à imprensa de Cerejeiras, o ex-governador Confúcio Moura (MDB) disse, na noite de ontem (20), que a sucessão estadual “está um ninho de gato”, referindo-se à falta de definição das pré-candidaturas anunciadas até agora ao governo de Rondônia. ”A gente não sabe quem são os pré-candidatos claramente. Só temos o Maurão de Carvalho (MDB) que está colocado como pré-candidato ao governo”, disse Moura, após ser questionado pelo jornalista Elizeu Evangelista, âncora do programa Tribuna Livre da rádio Ondas Verdes FM. De forma cautelosa, o ex-chefe do executivo rondoniense ressaltou, ainda, outros nomes que, dependendo das conjunturas jurídicas, poderão disputar o governo este ano. “Tem ainda o Acir, Cassol, Expedito Júnior e Jesualdo Pires. Mas, ninguém fala que é pré-candidato. Porém, há alguns ainda com pendências jurídicas, que estão aguardando sentenças para saberem se esses pretensos candidatos serão efetivamente candidatos”, observou. Daniel na disputa Sobre uma virtual pré-candidatura de Daniel Pereira (PSB) ao governo, Confúcio analisou que, o atual governador, tem todas as condições de ser candidato e sair à reeleição para disputar o governo. “O Daniel tem condições de ser candidato a governador do Estado. Quando eu estava no governo, ele (Daniel) me disse que apoiaria o Acir. Agora, a não ser que o Acir não saia, ele poderá ser o pré-candidato. Então, é esperar mais uns dias”, explicou Confúcio, mostrando-se, por outro lado, preocupado com a demora na apresentação dos nomes para disputar o governo. “Já estamos para fechar as candidaturas nas convenções e ainda não temos os nomes definidos. A campanha será curta este ano”, alertou o ex-governador.
Midiarondonia.com.br
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »