20/03/2018 às 17h09min - Atualizada em 20/03/2018 às 17h09min

Manifestantes bloqueiam BR-364 e isolam Rio Branco e Guajará-Mirim

Em mais um ato de protesto na manhã desta terça-feira (20), os professores estaduais bloquearam a BR-364, acesso ao município de Guajará-Mirim, na BR-425. A categoria está em greve desde o último dia 21 de fevereiro. Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), os educadores interditaram a pista com pneus, por volta das 8h40, impedindo o tráfego de veículos nos sentidos Porto Velho, Guajará-Mirim e Rio Branco. Ainda não há previsão de liberação da rodovia. Equipes da PRF estão no local para negociar o encerramento do protesto. Já é grande o congestionamento de veículos na rodovia federal. O ato faz parte das ações para chamar a atenção do governo do estado para as reivindicações da categoria que cobra que a lei que instituiu o Plano Estadual de Educação seja cumprida e a criação de um piso salarial para os técnicos educacionais no valor de 60% do salário dos professores. O Tribunal de Justiça de Rondônia já determinou que o movimento paredista fosse suspenso, sob pena de multa de R$ 100 mil por dia e mais multa de R$ 3 mil por dia letivo de paralisação a cada dirigente do Sintero, de acordo com o que decidiu o desembargador Oudivanil de Marins.  
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »