04/07/2018 às 17h34min - Atualizada em 04/07/2018 às 17h34min

Goela abaixo: assessoria do Sintero insiste em dizer que Manoelzinho é o escolhido pelos trabalhadores em educação

Cerejeiras - Distante da realidade das bases e ignorando as lambanças da última greve para a provar a Meta 17, a assessoria do Sintero volta a destacar que a pré-candidatura do sindicalista Manoelzinho do Sintero é consenso entre os trabalhadores em educação. Segundo a nota, o pré-candidato está visitando o interior em busca de apoios. Em Cerejeiras, município em que o Sintero sofreu forte abalo pelo grande número de servidores que buscam se desfiliar do sindicato, uma vez que não acreditam mais nas propostas da Executiva e, por outro lado, alegam que seus representantes regionais também rezem na mesma cartilha de seus colegas sindicalistas. Leia a nota do Sintero   O ex-presidente do Sintero, Manoel Rodrigues da Silva (Manoelzinho), lançou sua pré-candidatura a deputado estadual em evento realizado no último sábado na cidade de Ji-Paraná. Desde que se afastou do cargo na diretoria do sindicato, em respeito à lei eleitoral, e passou a se dedicar à pré-candidatura, Manoelzinho tem percorrido todo o Estado e vem recebendo muitas manifestações de apoio de trabalhadores de diversas categorias, tanto de servidores públicos quanto da iniciativa privada. Durante as visitas e reuniões em busca de apoio, Manoel Rodrigues tem discutido com trabalhadores temas relevantes que darão sustentação a uma possível candidatura. “Estamos dialogando com os trabalhadores em educação, com os servidores de outras categorias como a saúde, a segurança, os servidores que lutam pela transposição para o quadro federal, assim como temos um contato importante com trabalhadores rurais, pequenos produtores e os que se dedicam à agricultura familiar, pois temos a consciência de sua importância para o desenvolvimento do Estado de Rondônia”, disse o pré-candidato. Manoel Rodrigues destacou que as eleições de 2018 serão muito diferentes dos processos eleitorais anteriores devido às peculiaridades resultantes do momento ímpar por que passa a política no país. “Um aspecto importante das eleições deste ano é que os eleitores estarão mais atentos, um tanto desanimados com a política, mas precisam ser convencidos de que serão protagonistas no processo”.
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »