18/07/2018 às 11h30min - Atualizada em 18/07/2018 às 11h30min

Expedito deve oficializar pré-candidatura ao governo neste sábado

Este sábado, dia 21, deve ser o Dia D para os tucanos e seus aliados no Estado. Numa reunião programada para Ji-Paraná, uma pré convenção agendada deve terminar com o lançamento oficial do nome de Expedito Júnior para a disputa do Governo do Estado. E a reunião com lideranças do PSDB, do DEM e do PSB, será testemunhada por um dos principais nomes do tucanato nacional, o candidato à Presidência, Geraldo Alkmin. Ele virá a Ji-Paraná com a principal missão de prestigiar o lançamento do nome de Expedito, para a corrida ao Governo rondoniense. Não será a convenção definitiva, porque esta só será realizada mais à frente, quando todo o arco de alianças estiver fechado. O grupo de Expedito ainda está negociando com a turma de Ivo Cassol, que só entrará no Frentão, caso a coligação oferte uma das vagas ao Senado ao ex prefeito, ex deputado federal e ex vice governador Carlos Magno. A outra vaga será anunciada neste sábado. O nome para ela é o do atual deputado federal Marcos Rogério, do DEM, que entrou na aliança com essa exigência. Caso Carlos Magno será confirmado mais à frente, o PRB de Lindomar Garçon deixa o grupo, porque o partido só se aliará a quem garantir vaga ao Senado ao seu candidato, o vereador e Pastor da Igreja Universal, Edésio Fernandes.  No  convite distribuído para o evento de sábado, no Espaço Mediterrâneo Fest, em Jipa, a partir das 9 horas da manhã, é esperada também a presença de várias lideranças de outros partidos, que estão negociando para ingressar na coligação. Até esta quinta, Expedito não tinha se pronunciado ainda sobre a oficialização da própria candidatura, mas, nos bastidores, ninguém duvida que isso vá acontecer neste sábado, com a presença de Geraldo Alkmin. Já existem algumas candidaturas postas ao Governo. Das que têm viabilidade concreta, a que mais está crescendo é a de Maurão de Carvalho, do MDB, há mais tempo  na estrada. Acir Gurgacz, do PDT e PSB, além de outros partidos menores, também está garantido na corrida, inclusive com o apoio importante do governador Daniel Pereira. Entra no jogo agora Expedito Júnior, outro político rondoniense muito bom de voto, que tem uma eleitorado cativo e sempre se posiciona muito bem em todas as pesquisas que são feitas, em todas as regiões do Estado. Como trunfo, ele poderá ter ainda o apoio de Cassol que, até ser impedido de concorrer, era ele o líder das pesquisas para o Governo. O jovem Vinicius Miguel, da Rede, corre por fora, mas com pouca estrutura, pouco espaço no horário eleitoral e sem dinheiro para uma campanha caríssima, tem chances menores. Assim como o petista Paulo Benito, que terá dinheiro e tempo para campanha, mas, contra si, a descrença da maioria do eleitorado nas causas e nas ideias do seu partido. E ainda tem o candidato de Jair Bolsonaro, José Jodan, que não se sabe até onde pode ir. Enfim, o funil está levando, para a reta final, uma disputa que se anuncia das mais acirradas. Fonte: Sérgio Pires  
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »