21/09/2019 às 07h46min - Atualizada em 21/09/2019 às 07h46min

Em Colorado, público prestigia palestra sobre suicídio promovida pela Escola do Legislativo

 

Em Colorado do Oeste, o público prestigiou na noite de ontem (20), a palestra “Epidemia Silenciosa: o Fenômeno do Suicídio”, evento promovido pela Escola do Legislativo, órgão ligado à Câmara Municipal de Vereadores.

Na ocasião, a psicóloga Marília Fabiano de Souza, e o psiquiatra, Túlio Richinho, destacaram as causas e consequências da epidemia silenciosa que atinge a sociedade.

O trabalho, segundo o presidente da Casa de Leis e incentivador das atividades promovidas pela Escola do Legislativo, vereador Gercino Garcia, faz parte do “Setembro Amarelo”, mês em que ocorrem ações de prevenção à prática do suicídio. “Importante destacar o trabalho realizado pelos profissionais de saúde, sobretudo no atendimento e esclarecimentos às pessoas. A Escola do Legislativo, por outro lado, é um espaço democrático para exposições de ideias e realizações de eventos que atendam os interesses da nossa comunidade”, observou o presidente.

Dados oficiais

 De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), quase 800 mil pessoas morrem por suicídio todos os anos, e essa é a segunda maior causa de morte entre jovens de 15 a 29 anos, atrás apenas de acidentes de trânsito.
Os sintomas nem sempre são visíveis, muitas vezes são silenciosos, mas há alguns sinais para os quais podemos prestar atenção.

Sinais Comportamentais

Isolamento: se a pessoa deixa de ir à escola ou falta ao trabalho com regularidade, por exemplo;
Desinteresse: de repente, a pessoa deixa de fazer as atividades de que gosta;
Alimentação: a pessoa come mais ou come menos que o usual;
Mudança no sono: se tem insônia ou dorme demais;Agressividade: no caso de jovens, às vezes a depressão se confunde com agressividade.




Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »