08/12/2020 às 18h10min - Atualizada em 08/12/2020 às 18h10min

Fábio Jr. vai receber 100 mil de indenização de Laboratório por propagar que cantor não tinha ereção

UOL

O cantor Fábio Jr. receberá uma indenização de R$ 100 mil do Laboratório Gileade e da empresa de comércio Onlinemax, por ser vítima de uma propaganda mentirosa sobre disfunção erétil. O anúncio, fake, dizia que o cantor havia tomado a "pílula milagrosa" para se curar, e ainda trazia uma foto de Fábio Jr com as suas filhas.

Fábio Júnior descobriu a propaganda em agosto de 2017 e abriu processo contra as empresas. De acordo com a coluna de Rogerio Gentile, o cantor afirma que, ao contrário do que disse o anúncio, sempre foi conhecido como homem viril, galanteador e símbolo sexual de toda uma geração. Diz que não quer a sua imagem associada a um produto que nunca usou, nem aprovou e que sequer possui registro na Anvisa.

Além da indenização por danos morais e por uso indevido de imagem, o Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP) condenou a Gileade e o Onlinemax a publicarem uma retratação, desmentindo as informações veiculadas em nome do músico.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »